26 de junho de 2012

Você sabe que virou (meio) adulta quando...

Achei esse texto da Nina Lemos no blog 02 Neurônio, me identifiquei pra caramba e resolvi partilhar com vocês:

Você sabe que virou (meio) adulta quando:

  1. Percebe que um homem que diz que está confuso pode estar realmente confuso;
  2. Sabe que quando um cara diz: “o problema é comigo” é porque o problema é com ele mesmo;
  3. Começa a perceber quando alguém gosta de você. E quando alguém não gosta;
  4. Sabe cobrar um preço justo pelo seu trabalho;
  5. Sabe que vai morrer;
  6. Sabe que é assim mesmo, um dia todos te amam, no outro você é meio medíocre e é assim que as coisas são;
  7. Tem certeza de que você nunca vai saber tudo;
  8. Sabe que nunca vai ser 100% sã;
  9. Sabe que sempre vai ser meio infantil;
  10. Já se acostumou com a idéia de que vai gostar para sempre das mesmas bandas;
  11. Não precisa se vestir de adulta para mostrar que é adulta;
  12. Aceita que sempre vai ser do rock. Hey, ho, lets go;
  13. Consegue ouvir em seguida Ramones e Chico Buarque;
  14. Se irrita menos quando dizem que você é “uma figura”;
  15. Sabe a hora de entrar e a hora de sair;
  16. E sabe que ainda vai errar muitas vezes na hora de entrar e na hora de sair. Mas por horas. Ou dias. Nunca por meses;
  17. Quando uma amiga (amigo) muito querido diz que você está se metendo em uma roubada, você acredita;
  18.   Você esquece a idéia de tentar mudar alguém;
  19.  Você não se importa de ser chamada de radical por familiares;
  20.   Você não deixa um homem gritar com você porque sabe que isso é abuso;
  21.  Você não grita com um homem porque sabe que isso é abuso;
  22. Você não deixa NINGUÉM  gritar com você;
  23. Você não grita com NINGUÉM. Se você ainda grita com a sua mãe, cresça;
  24. Você coloca suas contas no débito automático para não ter que lidar com problemas tipo “luz cortada”;
  25. Você pára de perder óculos escuros;
  26.   Você assume que vai usar camiseta de banda pelo resto da vida;
  27. Você lida de maneira ok com rejeição. Tipo um amigo que disse outro dia: “encontrei aquele cara que não dá a mínima para mim e eu babo por ele. Ele não dá a miiíinima”. Ele falou isso rindo.
  28. Você desencana da idéia de ser um gênio. Seja da literatura, do cinema, das artes plásticas, da ciencia ou do que for. E se dá por feliz em ter “algum” talento.
  29. Você não se culpa mais por não saber fazer coisas como cozinhar ou dirigir;
  30. Você sabe quais bandas e quais poetas podem salvar o seu dia. Ou a sua vida. E sabe que eles costumam ser os mesmos que te acudiam quando você tinha 15 anos.
(Por Nina Lemos)

Beijão!

16 comentários:

  1. Oi Bella,

    também me identifiquei com o texto, principalmente no que se refere as bandas e rock roll. Esse negócio da gente querer ser
    tudo não tá com nada.

    Bejim.

    ResponderExcluir
  2. hehehe.. eu não tenho nenhum talento..afe...rs..

    tem mais um item... qdo aquele pote onde vc costumava guardar doces e chocolates agora tem remédios.. ó God!

    Bjukas!

    www.unhasetudo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi quelida então imagina quando envelhecemos como enxergamos as vida?..kkk
    BOA SEMANA!
    ♥ Beijos coloridos!

    ResponderExcluir
  4. Adorei Bella!
    Acho que eu já estou meia adulta kkkk

    Bjbj Gabi.

    ResponderExcluir
  5. Oi Bella,
    Não tinha lido este texto e amei!!! é por aí mesmo...
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
  6. A gente também sabe que sabemos muito mais coisa agora do que quando tínhamos 15~20 anos :D
    Os anos são nossos maiores professores! ^^

    Bjo!
    Tha - http://unhascores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei o item 12 e o 30 a nossa cara, hehehe!

      Excluir
  7. Adorei esse texto :)
    Gostei muito do teu blog, já segui. Beijos mil!
    http://muore.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Muuuuuuuito legal esse texto, e é pura verdade!
    Adorei!

    Beijão!
    http://byautriches.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ai meu deus, estou meio adulta já =x
    hehehehehehe

    Ps. A gente sabe que calça jeans, all star e camiseta serão sempre os melhores trajes e se conforma heheheh

    ResponderExcluir
  10. hahaha Adoreiii

    Beijocas :*
    Boa Semana ")

    ResponderExcluir
  11. Tbm não conhecia esse texto... mto bom, tem bons puxões de orelha tbm, ou melhor, reflexões rs.

    bkas flor.

    ResponderExcluir
  12. Tem muita verdade e alguns parágrafos que não parecem com minha trilha de vida!Mas compreendo...
    Já sou meio-adulta faz alguns anos,agora essa lista vai servir daqui há alguns anos para minha filha!

    Beijos Linda
    http://ondeacinderelaperdeuoscarpin.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    São tantas coisas que revelam que realmente já somo adultos (no meu caso), mas nenhuma é tão dura quanto a de número 05 é a mais certa, nada pode impedir de que aconteça. Mas à medida que o tempo passa essas e outras vão nos dando pistas de que o tempo passa e vamos tomando rumos, gostos diferentes, enfim, tem suas vantagens e problemas. Obrigada, pela visita, seguindo já.

    ResponderExcluir
  14. Oi Bella!

    Super me identifiquei com o texto!
    Mto legal, acho que estou cada vez menos meio e mais totalmente adulta msm! rsrsrs

    Bjosss

    http://senhoritamarmelada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Amadurecimento é uma coisa complicada, eu amadureci bastante nos ultimos anos, mas continuo uma molecona. Beijos

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao meu cantinho! Fico muito feliz com a sua visita!

Evite comentários automáticos, do tipo "me segue que eu te sigo", ok?

Os comentários serão respondidos por aqui. :)

Outra coisa: por causa de um erro no blogger, eu só consigo seguir blogs que tenham a caixinha do Google Friend Connect, portanto se seu blog não tiver a caixa do GFC, eu não conseguirei segui-lo.

Se você também tiver um blog, coloque o endereço dele no comentário para que eu possa retribuir a visita! :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
© 2012-2014 izabellaniquito.blogspot.com - all rights reserved
Layout por Camila Rech - Desenvolvido por Gabi Melo